Thursday, November 8, 2007

O Pirate Bay

Um site sueco que promove a troca de filmes pirateados está desenvolvendo um novo padrão de software para downloads na internet, em uma iniciativa que poderia facilitar a troca de arquivos de mídia, considerada ilegal em muitos países.

O Pirate Bay é o maior site bancado por publicidade entre os usuários do software BitTorrent. O programa é um paradeiro procurado por usuários da internet interessados em obter cópias gratuitas de conteúdo protegido por direitos autorais, de filmes de Harry Potter a jogos para o console Xbox 360.

Mas a BitTorrent, depois de uma longa espera, está começando a ter sucesso em sua colaboração com algumas grandes empresas de mídia e, à medida em que seus elos com as empresas se reforçam, é possível que acrescente ao seu software recursos que desencorajem a troca de materiais protegidos por direitos autorais, segundo Peter Sunde, co-fundador do Pirate Bay's.

"Se eles decidirem fazer algo estúpido, muita gente será afetada," disse Sunde em entrevista, informando que seu site recebe em média 1,5 milhão de visitantes ao dia.

Sunde espera que a versão inicial do novo software esteja pronta no começo do ano que vem, e solicita a colaboração de programadores no site http://securep2p.com.

A BitTorrent diz que não tem muito a perder. "Não estamos realmente decepcionados com isso", disse Ashwin Navin, presidente e co-fundador da BitTorrent, à Reuters. "A comunidade de usuários piratas jamais nos pagou um tostão."

Ele estima que existam cerca de 150 milhões de pessoas usando a tecnologia de sua empresa. No mês passado, ela lançou um serviço de distribuição via internet para grupos de mídia que, ele aposta, elevará seu total de usuários a mais de um bilhão em prazo de 18 a 24 meses.

O primeiro cliente do sistema é a Brightcove, distribuidora de vídeos na web criada pela CBS, Fox Entertainment Group (parte da News Corp.), Viacom e New York Times Co.

"O desenvolvimento futuro (do software BitTorrent) quase certamente se concentrará em coisas que não beneficiam ou promovem os objetivos dos piratas", afirmou Eric Garland, da BigChampagne, uma empresa que rastreia o volume de trocas de arquivos na web.

Tuesday, August 21, 2007

Consertando asfalto com infravermelho


As equipes de manutenção do asfato das ruas e estradas no Brasil parecem ter um talento especial: eles sempre transformam um buraco em uma lombada. Agora, engenheiros de uma empresa norte-americana desenvolveram um sistema que parece ser à prova desses indesejáveis talentos.

Manutenção de asfalto

À parte a utilização de equipes de manutenção despreparadas, o conserto de vias pavimentadas hoje é feita por um processo demorado e caro: o asfalto é recortado e totalmente retirado, em um diâmetro maior do que o buraco. A seguir o trecho recebe um nova camada de asfalto. O processo funciona bem para rodovias, mas é impraticável nas ruas, porque exige o mesmo aparato de maquinaria que um asfaltamento novo.

Esse é justamente o trunfo do novo equipamento, que é compacto, podendo ser utilizado sem grandes transtornos para o trânsito e a um custo mais baixo. A máquina faz a manutenção do asfato utilizando raios infravermelhos.

A técnica de reparo de asfalto com raios infravermelhos opera fundindo o asfalto, tanto o asfalto velho em volta do buraco, quanto o asfalto novo, que é colocado apenas na quantidade suficiente para preencher o buraco.

A fusão elimina a interface que é criada pelo processo de manutenção tradicional que, além de ser responsável por infiltração de água, transforma-se em uma área de baixa resistência, pronta a gerar um novo buraco.

Outra vantagem é a pequena equipe de manutenção exigida. Normalmente são utilizados de 4 a 5 trabalhadores. Utilizando o equipamento de infravermelho, a manutenção pode ser feita por apenas 2 pessoas.

Monday, August 13, 2007

Cientistas mostram luva tátil

Cientistas japoneses da Universidade de Tóquio, Japão, demonstraram a Haptic Telexistence, uma luva capaz de transmitir a sensação de segurar um objeto, mesmo que este esteja, geograficamente, a milhares de quilômetros de distância.

Segundo o site Gizmodo, a novidade foi mostrada na conferência anual SIGGRAPH, que aborda tecnologias gráficas para computadores e técnicas interativas, e acontece em San Diego, Estados Unidos.

O site The Raw Feed, que encontrou o dispositivo, explica que a luva robótica possui sensores ligados a uma tela eletro-tátil, que permite que o usuário sinta o que a mão robótica sente, não apenas a rigidez, como também forma e temperatura do objeto.

A página do evento traz algumas outras informações a respeito da Haptic Telexistence, anunciada como uma forma de melhorar drasticamente a vida humana. "Por exemplo, não apenas seremos capazes de apertar a mão de pessoas em locais distantes, como também poderemos sentir o calor de suas mãos. Quanto à compra na web, poderemos verificar a textura de um objeto antes de adquiri-lo", são algumas das vantagens listadas aqui.

A invenção da equipe liderada por Katsunari Sato ainda não está perto da conclusão, sendo apenas um protótipo. Mas com a rápida evolução de tecnologias táteis e robóticas, acredita-se que em 10 anos esta já esteja concluída.

O Gizmodo faz ainda uma insinuação de que a indústria pornô já estaria excitada ante as perspectivas que o invento proporciona.

Thursday, August 9, 2007

Fórum Internacional de Inclusão Digital Sustentável























Fórum Internacional de Inclusão Digital Sustentável

A AMD e a Fundação Bradesco, com apoio da AMCHAM, da revista A Rede e do PEABIRUS, promoverão este evento nos dias 27 e 28 de setembro, no BIT - Bradesco Instituto de Tecnologia -, em Campinas.

Para que você não perca esta data, criamos um relógio para contagem dos dias que faltam (você só verá este relógio na sua caixa de mensagens do PEABIRUS).

Ajude a divulgar esta importante inciativa copiando o relógio e distribuindo para os seus amigos e parceiros pelo seu blog, site, portal e email. Para copiar, clique em Options, depois em Get Embed Code e em seguida em HTML. Daí é só copiar e distribuir.

Clicando nos dias, você será remetido para a comunidade que as duas empresas socialmente responsáveis criaram no PEABIRUS, com as primeiras informações sobre o evento.

Monday, August 6, 2007

Carro promete voar a 5 metros de altura


A tecnologia vem crescendo a cada instante e com ela surgem novas invenções, como a nave voadora, conhecida como M200G, que promete voar a mais de cinco metros de altura com uma velocidade constante de aproximadamente 80 Km/h. Assista o video abaixo.

Ele também é fácil de manobrar e é capaz de navegar sobre qualquer tipo de terreno, como água, neve, lama e terra, segundo informou o fabricante. Criada pela empresa Americana Moller, o custo final ainda não foi definido, mas deve chegar ao mercado custando entre U$$ 90 mil e U$$ 125mil.
O guindaste e o cabo que aparecem no vídeo não sustentam a nave e foi exigido como item de segurança durante os testes


Tuesday, July 31, 2007

"Não tão rápido, supercomputadores," afirmam programadores


Os supercomputadores aumentam de velocidade de forma estonteante e já possuem até ranking mundial. O mesmo parece estar acontecendo com os computadores menores, até mesmo com os domésticos, graças à utilização dos processadores de múltiplos núcleos e da ligação de PCs em clusters.

Programação paralela

Agora, um pesquisador da Universidade Purdue, Estados Unidos, afirma que de nada adianta esse poder computacional gigantesco, inimaginável há poucos anos, simplesmente porque o hardware se colocou muito à frente da capacidade dos programadores em fazer programas que os possam utilizar de forma eficiente.

Faisal Saied afirma que a programação paralela tem sido uma habilidade quase esotérica, limitada a pesquisadores que lidam diretamente com supercomputadores. "Especialistas em computação de alto desempenho aprenderam a lidar com isso, mas eles são uma fração dos programadores. No futuro você não vai conseguir comprar um computador que não seja 'multicore' e, à medida em que os chips 'multicore' se disseminarem, todos os programadores terão que aprender novas técnicas," diz ele.

O Dr. Saied parece até ser um pouco otimista. O fato é que há muitos supercomputadores na iniciativa privada e nenhuma empresa costuma jogar fora seus antigos programas. Apenas uma parte do código usado nessas empresas é paralelo, já que todos os programas antigos são seqüenciais.

O resultado é que os chips "multicore", embora sejam o sonho do poder ilimitado de processamento, estão se tornando o pesadelo da programação.

Computadores "multicore"

Computadores "multicore" - ou multinúcleo - têm mais do que uma CPU em cada chip. São verdadeiros PCs individuais, mas trabalhando juntos. O problema é explorar essa capacidade de trabalhar em conjunto, criando programas que dividam as tarefas entre os diversos núcleos.

"Imagine você ter quatro bolas de golfe e precisar atingir quatro buracos. Se você tem quatro pessoas atirando as bolas ao mesmo tempo, você poderá fazer isto mais rapidamente do que se contar com uma pessoa só. Esta é a vantagem da computação de múltiplos núcleos. Múltiplos PCs, todos no interior do mesmo chip, estão trabalhando em múltiplas tarefas. A dificuldade é quebrar a tarefa em múltiplos componentes," diz Saied.

Hiato da Lei de Moore

A criação de microprocessadores com múltiplos núcleos virou uma tendência quando a indústria percebeu que o aumento da freqüência de processamento - o "clock" - estava criando mais problemas do que resolvendo - principalmente problemas de superaquecimento dos chips.

O superaquecimento dos chips até criou o chamado "Hiato da Lei de Moore": embora a quantidade de transistores no interior dos chips continue crescendo como a Lei de Moore prevê - dobrando a cada 18 meses - o fato é que a velocidade de processamento não tem crescido nessa velocidade. Na verdade, em termos de chips individuais, de um núcleo apenas, ela tem se mantido estacionária há bastante tempo.

E, se não forem criados programas que utilizem os recursos da computação paralela, o desperdício de energia continuará. Isso acontece porque os transistores consomem energia mesmo quando não estão fazendo nada. Programas seqüenciais, rodando em processadores de múltiplos núcleos, nada mais estarão fazendo do que deixando transistores ociosos - desperdiçando energia e capacidade de processamento. Ou seja, a capacidade de processamento cresceu, mas não é utilizada.

Linguagens de programação paralela

E tudo indica que esse poder de processamento continuará crescendo. Os fabricantes de chips Intel, AMD, IBM e Sun todas anunciaram que vão produzir chips "multicore". Em Fevereiro deste ano a Intel anunciou detalhes de um chip com 80 núcleos - 80 PCs dentro de um único chip - capaz de fazer cálculos que há 10 anos atrás exigiam computadores que ocupavam salas inteiras.

Até mesmo as linguagens de programação estão sendo questionadas. Steve Kirsch, especialista em supercomputadores, afirma que novas linguagens são essenciais. "Hoje nós programamos em linguagens seqüenciais. Iremos precisar de expressar nossos algoritmos em um nível mais alto de abstração? Pesquisas nesta área são críticas para nosso sucesso," diz ele.

Super computador no Brasil

Novo supercomputador entra em operação no Brasil

Poder de cálculo da máquina será usado para pesquisas climáticas

SÃO PAULO - O novo cluster computacional adquirido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) no fim do ano passado, com 1,1 mil processadores, começará a funcionar em agosto no Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), em Cachoeira Paulista.

Um evento na semana passada, durante a programação de aniversário do Inpe, celebrou o início de operação do novo sistema computacional. O equipamento tem arquitetura da Sun Microsystems e foi adquirido da NEC Corporation por US$ 2,4 milhões. O cluster faz parte da lista dos mais rápidos do mundo de acordo com o Top 500, o ranking dos computadores mais potentes do mundo.


A lista inclui equipamentos instalados em instituições públicas e privadas de todos os continentes, com aplicações voltadas às mais diversas áreas. No campo da pesquisa de tempo e clima, a máquina do CPTEC aparece na 12ª colocação, revelando-se uma das melhores infra-estruturas computacionais do mundo neste setor. Na colocação geral, o equipamento é o 416º de melhor desempenho.


"A experiência com a nova máquina irá representar uma etapa de transição para a aquisição do próximo supercomputador do Inpe", disse Maria Assunção Faus Silva Dias, coordenadora do CPTEC. A atualização dos supercomputadores para a previsão de tempo e clima vem sendo feita em média a cada quatro anos.


"Além da boa colocação do novo cluster do Inpe, o ranking demonstra que a especificação do nosso equipamento acompanha a tendência das melhores máquinas em uso no mundo", disse José Paulo Bonatti, pesquisador e chefe da Divisão de Modelagem e Desenvolvimento (DMD), do CPTEC, responsável pelo projeto do cluster.


O novo sistema computacional do CPTEC/INPE foi adquirido com recursos do Projeto de Tecnologia da Informação para Meteorologia (Protim), do governo federal. "A aquisição deverá trazer ganhos de experiência em sistemas computacionais em ambiente massivamente paralelo", disse Bonatti. Essa tecnologia, que dispõe de centenas ou milhares de processadores atuando em conjunto, é a mais nova tendência da arquitetura computacional de alta performance.


A performance do novo cluster é de 4,5 teraflops (trilhão de cálculos) por segundo. Para as previsões meteorológicas diárias, o CPTEC/INPE utiliza, atualmente, o supercomputador NEC SX-6, com 12 nós, totalizando 96 processadores e velocidade de pico de 0,76 teraflops por segundo.

Bonatti destaca, no entanto, que não se devem comparar diretamente os números dos dois sistemas computacionais - o cluster e o operacional -, uma vez que se trata de máquinas com arquiteturas de processamento diferentes.

A nova máquina irá exigir um grande esforço de desenvolvimento de software. "O foco será o desenvolvimento dos mesmos programas operacionais de previsão de tempo e clima e de assimilação de dados que rodam hoje no SX-6", disse Bonatti.

Monday, July 30, 2007

IPhone com Phyton e servidor Apache

O hacker cognominado NerveGas e outros usuários do canal de IRC #iphone-shell, dedicados a quebrar a proteção do aparelho iPhone, da Apple, afirmaram terem conseguido rodar uma versão do servidor Apache e do ambiente Python sob o aparelho, bem como outros aplicativos Open Source.

Noticiado no site Gizmodo, o esforço abriria uma porta imensa para a entrada de outros aplicativos não oficiais.

As instalações teriam sido feitas a partir da ferramenta desenvolvida por Nightwatch, a mesma utilizada na aplicação Hello World, revelada semana passada. Embora a ferramenta possa ser encontrada para download gratuito na web, não é de uso aconselhável por pessoas sem aprofundados conhecimentos de programação.

Com o avanço, acredita-se que o destravamento total sem inutilizar o aparelho também possa estar mais perto.

Manipulação genética substitui paciência e técnica na arte de fazer bonsai


Pesquisadores da Universidade do Oregon, Estados Unidos, desenvolveram uma técnica de manipulação genética que permite fazer com que árvores que normalmente crescem até dezenas de metros de altura, atinjam poucos centímetros na idade adulta, sem nenhum cuidado especial no cultivo.

Bonsai geneticamente modificado

A foto mostra as árvores geneticamente modificadas à frente de espécimes normais. São verdadeiros bonsais que crescem sem exigir a paciência e a técnica que os japoneses desenvolveram para criar mini-árvores.

Os cientistas acreditam que as árvores em miniatura geneticamente modificadas poderão ter uma grande aceitação no mercado, principalmente para decoração, tanto interna quanto para jardins.

Mas eles sabem também que, para chegar ao mercado, será necessário que os bonsais geneticamente modificados passem pelo crivo da legislação. "Certamente deverá haver preocupações se o mercado para produtos vegetais especiais como esses é grande o suficiente para justificar o enorme investimento de tempo, dinheiro e testes que a legislação atual de organismos geneticamente modificados vai exigir [...]," diz o pesquisador Steven Strauss.

Manipulação genética

A manipulação genética permite não apenas a criação de bonsais, ou miniaturas das árvores. Na verdade, os cientistas afirmam ser possível programar com grande precisão o tamanho desejado da árvore.

Isso torna possível, por exemplo, o cultivo da mesma espécie de árvore para se colocar sobre a mesa do escritório e, em tamanhos intermediários, para se colocar na sala ou nos canteiros de avenidas. Diferentes manipulações genéticas permitem também variar a cor das folhas e até seu formato.

Friday, July 27, 2007

Homersapien


Veja Homer ao vivo e em cores passeando pela sua sala. Homersapien é um Homer robótico, amante de donuts, que vem pré-programado com 67 ações (como arremessar, dançar e... arrotar). Com duas velocidades de caminhada e opções para manobra-lo, basta comandá-lo através do controle remoto abastecido por quatro baterias D. O Homersapien é vendido por US$ 144 (R$ 275).

Site oferece cofre online póstumo

Um novo serviço está sendo oferecido pelo site americano YouDeparted: um cofre online criptografado que pode ser mantido para guardar mensagens e arquivos que poderão ser acessados por familiares após a morte do cliente.

O cliente de YouDeparted pode enviar informações importantes e mensagens de despedidas para seus entes queridos. Após sua morte, a conta só poderá ser destravada por um número mínimo de pessoas que precisarão se identificar independentemente.

Assim que a proteção é quebrada, os amigos e familiares podem acessar repositórios separados com as informações e dados deixados a cada um deles. As cartas e emails de despedidas são então enviados a cada um dos destinatários.

A idéia do fundador Collin Harris veio após a morte de seu pai, que adoeceu e faleceu em 2000, sem conseguir fazer seus últimos pedidos. Muitos anos depois, os familiares ainda discutem a morte, incluindo o local onde as cinzas devem ser depositadas.

O serviço tem um custo anual de US$ 9,95 e pode armazenar até 5 GB de dados, sejam arquivos de áudio, vídeo, fotos ou documentos.

Tuesday, July 24, 2007

Nova Rede Social do Google Socialstream

Google anuncia lançamento da Socialstream nova rede social que segundo eles vai ser mais segura contra bugs do sistema.
Para saber mais detalhes segue os links abaixo.

http://googlesystem.blogspot.com/2007/07/googles-social-networking-projects.html

Video:
http://video.google.com/videoplay?docid=-6610704975433050156

Postem suas opniões aqui

Thursday, July 12, 2007

Futebol de nano-robôs precisa de microscópio para ser visto


Imagine um Pelé robótico. Mas apague de sua imaginação tudo que se pareça com um "robozão" meio desengoçado, correndo por um campo de futebol sem achar a bola. Os pesquisadores do Instituto NIST, dos Estados Unidos, foram bem mais modestos: eles criaram jogadores de futebol seis vezes menores do que uma ameba, chutando uma bola cujo diâmetro é menor do que a espessura de um fio de cabelo humano.

Futebol de robôs

Os nano-jogadores de futebol, rolando sua nano-bola em um campo que cabe em cima de um grão de arroz foram apresentados pelos cientistas durante a 2007 Robocup, um evento mundial de robótica que ocorreu na semana passada em Atlanta. A foto mostra um chip de 3 centímetros de largura, sobre o qual estão construídos 16 campos de futebol, cada um medindo 2,5 x 2,5 mm.

A Copa de Robôs é um evento anual que utiliza a criação de robôs jogadores de futebol para incentivar o desenvolvimento de pesquisas nas áreas de robótica e inteligência artificial, entre outras. Os nano-jogadores de futebol, por exemplo, estão ajudando os engenheiros a otimizar as técnicas para a fabricação de minúsculos dispositivos chamados MEMS ("MicroElectroMechanical Systems").

Nano-jogadores

Embora meçam alguns micrômetros de comprimento, os minúsculos jogadores são considerados nano-robôs porque sua massa fica na casa dos nanogramas.

Infelizmente não dá prá assistir diretamente a uma partida de futebol dos nano- robôs. Os minúsculos robôs jogadores de futebol fazem suas partidas embaixo da lente de um microscópio, controlados por um equipamento eletrônico remoto, e são acompanhados por meio de um monitor de computador.

Para ganhar o jogo, um nano-robô jogador de futebol deve ser rápido, ágil e capaz de manipular objetos com destreza - nesse caso a minúscula bola, que deve ser levada até o gol.

A competição se dá em três etapas: na primeira, o jogador deve simplesmente pegar a bola no seu campo e chegar até o gol adversário no menor tempo possível, sem enfrentar qualquer obstáculo. Na segunda etapa uma série de pequenos jogadores feitos com polímero funcionam como zaga, forçando o nano-robô a desviar-se deles em uma espécie de "slalom" até chegar ao gol. Por último, claro, a capacidade do drible. Mas também aqui os adversários não são outros jogadores, mas bolas que devem ser evitadas no caminho rumo ao gol. O tempo de cada partida é de 3 minutos.

Thursday, June 28, 2007

O Principio da era Matrix

Cientistas no Japão demonstraram "a próxima geração de interface para comunicação" na Mostra da Indústria da Realidade Virtual, realizada em Tóquio. A tela mostra uma imagem em 3D-tangível de uma mão, enquanto o pesquisador veste a luva especial que permite sentir a força da mão na tela.

A desenvolvedora, NTT Comware, espera usar esta tecnologia no futuro em museus, para que os visitantes possam tocar virtualmente em peças valiosas, e nas escolas, para que os estudantes posssam sentir objetos que estejam em lugares distantes.

Combine junto com esse software uma realidade virtual 3D já há muito utilizado por diversos brinquedos eletronicos, que você vai ter um mundo 3D no qual as pessoas podem sentir o que tocam ou quando são tocadas por alguma coisa, na minha opinião muito próximo do mundo Matrix.

Software e processamento pode converter DVD em HD DVD

Conceito pode ser usado para dar mais qualidade a vídeos em geral


Uma imagem mais definida, mais detalhada. Essa é a promessa dos vídeos de alta definição presente nos discos concorrentes HD DVD e Blu-ray, que disputam o posto de sucessor do DVD convencional.

Mas uma nova tecnologia pode tornar estes discos desnecessários. É que a Intel está trabalhando em um algoritmo especial que trabalhará com seus chips de núcleos múltiplos e que poderia, em tese, expandir artificialmente a resolução final de um vídeo guardado em DVD em tempo real, para execução posterior em um display de alta definição.

Chamada de Super Resolution, a mesma técnica poderia ser utilizada para aprimorar a qualidade de imagem em vídeos captados por usuários com filmadoras ou câmeras digitais e também seria um campo promissor para a empresa promover seus processadores de núcleos múltiplos (atualmente existem chips com vários núcleos ativos de processamento, e um modelo-conceito feito pela empresa possui 80 núcleos ativos. Um processador Core Duo, por exemplo, traz dois núcleos ativos).

Entenda o problema

Aumentar artificialmente a resolução em vídeo é uma tarefa desafiadora em termos técnicos. Atualmente, alguns DVD players trazem processadores internos que realizam o chamado ´upscaling´, que é a conversão de um sinal original de vídeo para uma resolução maior. Seria o equivalente em vídeo à ampliação de uma foto, com a diferença de que, no vídeo, os elementos gráficos estão em movimento constante, o que obriga os componentes de DVD players a realizar esta tarefa de forma dinâmica.

O que a técnica da Intel quer fazer é extrapolar este processo, por meio de uma técnica que avalia em tempo real os pixels de cada segundo de um vídeo e aumentando a quantidade de informação que é enviada para o display (uma TV de plasma ou LCD, por exemplo) mantendo a mesma clareza do vídeo original.

Outra característica da Super Resolution é que diferentes áreas são designadas para núcleos diferentes dentro de um chip com vários núcleos. Um ou mais núcleos de processamento poderiam ser orientados a cuidar de zonas mais ativas da imagem (com mais movimento), enquanto áreas ´paradas´, poderiam ficar concentradas num único núcleo.

Segundo informações divulgadas pela empresa, um chip com 150 núcleos seria capaz de converter vídeo de DVD para a qualidade equivalente a de um disco HD DVD em tempo real. A Intel, no entanto, não divulgou planos de disponibilizar a tecnologia Super Resolution para o mercado e não há perspectiva de quando chips com tantos núcleos de processamento estarão disponíveis para usuários finais.

Wednesday, June 20, 2007

Motor de plasma


Um laboratório científico radicado na Costa Rica testou durante mais de três horas ininterruptas um motor de plasma, um avanço para uma eventual viagem tripulada a Marte, informou nesta quarta-feira um de seus responsáveis.

O motor foi ligado no mês passado no laboratório Ad Astra Rocket e conseguiu se manter estável por mais de três horas, com temperaturas em torno dos 50 mil graus Celsius, disse o diretor da Ad Astra Costa Rica, Ronald Chang.

A Ad Astra Rocket, empresa do astronauta costarriquenho Franklin Chang, funciona na localidade de Libéria, 250 Km ao norte da capital da Costa Rica. Após esta experiência, está previsto em dezembro próximo que o motor de plasma seja testado em uma câmara a vácuo na Ad Astra Houston, para em seguida iniciar a construção de um motor que sirva para mover satélites e estabilizar estações espaciais com um custo mínimo em comparação com os atuais.

O objetivo é que, dentro de alguns anos, será possível lançar uma nave tripulada para Marte, aonde, com um motor deste tipo, chegaria em menos de 40 dias. Com os sistemas de propulsão atuais, além do alto custo econômico da missão, o trajeto levaria dois anos. "Conseguimos melhorar substancialmente o que tínhamos alcançado em dezembro", disse Ronald Chang, irmão do astronauta.

Em dezembro passado, os cientistas chefiados por Chang conseguiram manter um disparo de plasma durante dois minutos, marcando o início da construção de um motor. Chang destacou a capacidade do laboratório e dos cientistas costarriquenhos em manter durante várias horas o disparo estável do plasma.

A Ad Astra estimou que, em dezembro próximo, será possível disparar o protótipo do motor numa câmara de vácuo nos Estados Unidos, e se tiver sucesso, construiria um motor para testá-lo na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) em 2009 ou 2010.

Os foguetes baseados em produtos químicos queimam o combustível e os gases são expelidos para trás em grandes quantidades. Isto provoca uma aceleração muito forte, mas em poucos minutos são consumidas toneladas de combustível.

Os motores de plasma, ao contrário, expulsam apenas alguns íons (átomos privados de um elétron e com carga elétrica), mas a mais de 55 mil Km/h. A velocidade superior de saída compensa, em parte, a minúscula massa de material ejetado, o que aumenta a eficiência.

No entanto, o motor de plasma tem uma aceleração muito pequena, a ponto de torná-lo inútil para decolar de um planeta. Ao contrário, é ideal para uma viagem interplanetária, a partir da órbita de um corpo celeste e onde já não exista a fricção atmosférica.

Segundo os cientistas, o motor de plasma é composto de três células magnéticas: uma fonte de plasma, um "superalimentador" que utiliza ondas eletromagnéticas e uma denominada tubeira magnética. "A fonte de plasma é constituída da injeção principal de gás neutro (tipicamente hidrogênio ou outros gases leves) para ser transformada em plasma e no sistema de ionização", informou a Ad Astra.

Depois, o "superalimentador" utiliza ondas eletromagnéticas para energizar ainda mais o plasma e atingir a temperatura desejada, e a "tubeira magnética" transforma, finalmente, a energia do plasma em impulso. Franklin Chang, de 57 anos, é engenheiro mecânico e doutor em engenharia nuclear. Durante sua estadia na Nasa como astronauta, ele fez sete viagens espaciais. Ele deixou a agência espacial americana em 2005 para se dedicar ao sonho de desenvolver o motor de plasma.

A viagem a Marte é planejada há vários anos. Mas, "ela poderá ser realizada em 20 anos, não é para o futuro imediato", contemporizou Ronald Chang.

Monday, June 18, 2007

Laptop de baixo custo

Taipé - Laptop de baixo custo chamado de Eee PC tem teclado pequeno, porém confortável, e abas para organizar programas dentro do Linux.

destaque_88x66O notebook de 199 dólares da Asustek Computer, chamado de Eee PC, se transformou em uma das estrelas da Computex 2007, chamando atenção por seu tamanho compacto e seu baixo preço.

A Asustek ofereceu um protótipo de testes do Eee PC 701 para um rápido teste nesta quarta-feira (06/06), um dia após ter sido anunciado pelo presidente da companhia, Jooney Shih, e Sean Maloney, vice-presidente executivo e diretor geral do grupo de marketing e vendas da Intel.

> Veja fotos do laptop barato

Como Shih revelou poucos detalhes das especificações da máquina, foi uma boa oportunidade para conhecer mais informações sobre o portátil.

Foi aí que eu me impressionei: o pequeno notebooks tem potencial para ter grande impacto no mercado de PCs ultracompactos. E competidores como Palm, que recentemente anunciou seu portátil Foleo, devem tomar cuidado.

Desenvolvido em conjunto pela Intel e Asustek, o Eee PC chegará ao mercado durante o terceiro trimestre, em setembro no máximo. O notebook será voltado para alunos, mas também estará disponível amplamente para consumidores.

O preço inicial será de 199 dólares, aumentando conforme a memória flash que vem no PC ao invés de disco rígido. Atualmente, a Asustek planeja vender modelos com 4 GB, 8 GB e 16 GB de memória flash, mas isto pode mudar até que os primeiros modelos cheguem às lojas.

Com 22,5 centímetros de comprimento por 16,5 centímetros de profundidade, o Eee PC 701 tem espessura de 3,5 centímetros com a tela fechada e pesa apenas 890 gramas.

Outras especificações incluem monitor de 7 polegadas, câmera, 512 MB de memória DDR2 e acesso a redes wireless.

*Sumner Lemon é editor do IDG News Service, em Pequim.

Wednesday, June 6, 2007

Cinco razões para NÃO usar Linux

Eu adoro Linux! Eu o utilizo em meus servidores, em meus desktops e estações de trabalho. Utilizo Linux nas minhas estações de Jogos e de Multimídia, onde ele opera o meu sistema de gravação de vídeos HDTV TiVo, juntamente com meu Home Theater com suporte Wireless pelo D-Link DSM-320, o que transforma a minha rede doméstica em uma pequena biblioteca de Vídeo de Terabytes de capacidade! É verdade, eu rodo ainda Linux embarcado em meu Acess Point LinkSys WRT54G, onde toda a tralha se conecta à internet com segurança.
Mas, Linux realmente não é para qualquer um. Sério! Deixe-me apresentar as minhas cinco principais razões para lhe convencer a NUNCA cair na besteira de pensar em migrar para Linux.

Razão número um: Linux é muito complicado
Mesmo com estas interfaces gráficas modernas, tipo KDE, Gnome e XFCE, embora em 99,9% do tempo você tenha apenas que usar o mouse, pode ser que em algum momento – apenas possível, nem mesmo provável – você seja obrigado a usar uma horrível linha de comando e escrever comandos complicadíssimos como ls para listar arquivos de um diretório ou cd para mudar de diretório, ou editar um mísero arquivo de configuração!

Veja, se você compara isto com o Windows, onde você em algum momento precisará de utilizar uma linha de comando DOS – apenas possível, nem mesmo provável – tendo que digitar dir para listar arquivos de um diretório e cd para mudar de diretório, ou que você tenha que editar um arquivo Windows Registry onde, os técnicos lhe dirão, apenas uma linha poderá comprometer o seu sistema de tal forma que você terá de reinstalá-lo do zero. Quanta diferença!

Razão número dois: Linux é muito difícil de instalar
E é verdade! Pois, no fim das contas, com estes sistemas modernos de instalação do Linux, como no Flux Linux (merchandising!), Ubuntu, Mandriva, Suse, Red Hat e Debian, você ainda é obrigado a colocar o CD ou DVD no driver, apertar um botão infame, escolher um nome para o seu computador e fornecer uma senha para o usuário do sistema. Meu Deus, quanta complicação!
Agora veja, com o Windows é tudo diferente. Você tem colocar o CD ou DVD no driver, fazer exatamente as mesmas coisas anteriores e então iniciar o processo de atualização on line do sistema, que pode durar de duas a três horas! Mas no final, vale a pena, pois estudos da Symantec comprovam que sistemas Windows desatualizados podem ser criticamente infectados em questão de horas. Veja, no Linux tudo é horrivelmente aborrecido: O sistema, sem nenhuma atualização de segurança, deverá estar seguro e atual por período superior a seis meses! Que graça tem isto?! Cadê a emoção?!

Razão número três: Linux não possui aplicações suficientes
É bem verdade que atualmente a grande maioria das distribuições Linux já vêm com diversos Navegadores de Internet dos mais seguros, como o Firefox ou com recursos desconhecidos no mundo Windows, como a tradução simultânea de página disponível no Konqueror. Claro que todas já vêm com clientes de email como o Kmail ou Evolution; com clientes de Mensageiros Instantâneos para MSN, como o Kopete ou o Gaim; com aplicativos VoIP, como Ekiga e Skype; vêm com editores de Imagem, Som, Vídeo e editores de páginas para internet, como os aplicativos Gimp, Audacity, LiVES e NVU. Seguramente você terá aplicativos multimídia para ouvir CD, em formato WAV, MP3 e OGG, assistir DVD, VCD, MPEG4, etc... Além disto, você terá opções: Xine, Kaffeine, Mplayer, VLC Player, etc. Na verdade, a maioria das distribuições Linux já possuem toda a suíte de escritório instalada e gratuita. Você poderá editar textos, planilhas e apresentações de graça com o Open Office e seus derivados! E mais, é certo que você poderá ler e escrever nos formatos de arquivos do Office do Windows: .doc, .xls e .ppt sem mistérios! Há ainda os aplicativos profissionais de banco de dados, de servidor web, de acesso remoto seguro com criptografia forte, de interação com rede Windows, etc... etc e etc...

Mas, para falar a verdade, Windows também tem o Internet Explorer e o Outlook Express, o navegador de internet e o cliente de e-mails mais utilizados por aí. Se bem que ambos tenham alguns problemas de segurança... É claro que o Windows também tem um cliente MSN (afinal, é MS...), embora, também aqui os problemas de segurança não sejam poucos...
E óbvio, o Windows também vem com o Microsoft Office, o qual... – Oh! É verdade, havia me esquecido, terei de comprá-lo a parte por um custo parecido com aquele do meu Computador. Vixe! Mas, existem opções: Lotus 1-2-3... Hummm, será realmente uma opção?! O que falar do finado Wordperfect?! Talvez hoje a melhor solução para o ambiente Windows seja mesmo instalar um Open Office para Windows, aquele mesmo que você pode utilizar de graça também no Linux, com as mesmas funcionalidades!
Bom, para resumir: Qual era mesmo aquele aplicativo que não TINHA no Linux? Não estou me lembrando...

Razão número quatro: Linux não é seguro
Bem se a Microsoft diz isto, é porque deve ser verdade... ou não! O que devo pensar? Esta empresa é realmente especialista em IN-segurança, pois não passa um dia sem que tenhamos notícia de mais uma falha crítica de segurança no Windows. A quem você deve dar crédito: à Microsoft ou a sua própria experiência?!

Razão número cinco: Linux é muito caro
Você está querendo dizer que a Microsoft é uma mentirosa? Veja bem, estas empresas Linux horrorosas, como a Flux Softwares (merchan again...), Red Hat, SuSE lhe cobram até mesmo uma taxa para você ter o suporte ao Linux. De toda forma, em geral, você poderá baixar os Softwares de graça pela internet, plenamente funcionais e sem restrições de desempenho.
Mas veja, você compra o seu computador e o Windows já vem instalado, certo? De graça, certo? Hummm, de graça?! Bom, se o seu computador tem o selinho da Microsoft o preço estará embutido e será três vezes mais caro, por dez vezes menos software do que o que vem em qualquer distribuição Linux. Mas talvez o mais certo é que ele não possua o selinho, seja um legítimo pirateado, com ou sem o seu conhecimento!
Mas, de toda forma, ele já vem com tudo. Completinho, completinho! A menos que você queira editar um texto e fazer uma planilha. Neste caso pague mais R$ 1.400,00 pelo MS Office. Ou que você queira se dar ao luxo de uma proteção contra Vírus, mais R$ 120,00 pelo Norton, ou contra aqueles terríveis Spywares que querem levar a senha de sua conta bancária, mais R$ 70,00 pelo McAFee. Se quiser um Firewall de brinde, para evitar invasões ao seu computador doméstico ou àquele da contabilidade de sua empresa, mais R$ 90,00 pelo Zone Alarm Pro. Mas senão, o seu sistema é seguro mesmo... não precisa de nada disto. Existe sempre a alternativa de reinstalar tudo, perdendo, é claro, todos os seus arquivos... É tudo apenas terrorismo!

Pensando em tudo isto, eu lhe pergunto que razões haveria para você usar Linux? Bobagem!!!
onte: http://www.noticiaslinux.com.br/nl1181006531.html
Ulisses Leitão
"Diretor da Flux Softwares, coordenador do projeto Flux Linux para desktop e servidores. Pesquisador e professor com doutorado na Alemanha, está engajado na adoção de Software Livre no setor público e empresarial, desde 1998. / ulisses@fluxsoftwares.com
Livre tradução e adaptação do artigo “Five reasons NOT to use Linux”, de Steven J. Vaughan-Nichols, no Linux Watch:
Http://www.linux-watch.com/news/NS8124627492.html

Monday, June 4, 2007

Expressão facial mostra 'sentimentos' de robô

Pesquisadores da universidade de Meiji, em Kawasaki (Japão), apresentaram nesta segunda-feira (4) o humanóide Kansei, capaz de exibir 36 expressões faciais. Os comandos são enviados para o robô através de um software: quando o usuário digita uma palavra (como “bomba”), o autômato associa esse termo a uma expressão facial (“medo”, como mostra a foto abaixo).
Desenvolvido pelo professor Junichi Takeno, o robô -- cujo nome significa “sensibilidade” -- é capaz de associar expressões a um banco de dados com 500 mil palavras. Quando uma delas é digitada, o software usado por Kansei calcula o nível de prazer e desprazer associado ao termo, para criar uma expressão facial apropriada.

Laptops para o governo

O governo federal planeja abrir uma licitação internacional, no segundo semestre, para a compra de 150 mil computadores portáteis de baixo custo, que serão distribuídos para alunos de escolas públicas. "A idéia é que as crianças já estejam com os laptops em março do ano que vem", disse ontem (1/6) Cezar Alvarez, assessor especial do presidente da República e coordenador-geral dos Programas de Inclusão Digital do governo, durante o 51.º Painel Telebrasil, na Costa do Sauípe (BA).

O nome do projeto é Um Computador por Aluno (UCA), muito parecido com Um Laptop por Criança (OLPC, na sigla em inglês), nome da organização sem fins lucrativos criada pelo professor Nicholas Negroponte, fundador do Media Lab, do Massachusetts Institute of Technology (MIT).

A máquina desenvolvida pela OLPC, chamada XO e mais conhecida como Laptop de US$ 100, é um dos concorrentes na licitação. Também estão no páreo o Classmate, da Intel, e o Mobilis, da empresa indiana Encore.

Acima, da esquerda para a direita, o XO, o Mobilis e o Classmate.

A princípio, o XO teria tela de 7,5", processador AMD de 366 MHz, 128 Mb de RAM, 512 Mb de flash no lugar do HD, redes mesh e wi-fi e câmera.

O Classmate teria tela de 7", processador Intel de 900 MHz, 512 Mb de RAM, 2 Gb de flash no lugar do HD e rede wi-fi, sem câmera.

Não tenho a configuração do Mobilis.

(Comentario pessoal: A maior diferença entre as maquinas são os softwares, XO tem um Sistema Operacional totalmente voltado para o ensino enquanto o Classmate tem um sistema operacional "generico").

Mais informações no Estado de hoje, 2/6 ("Governo quer 150 mil laptops para escolas").

Wednesday, May 30, 2007

Projeto OLPC procura jogos open source



O projeto One Laptop Per Child, OLPC, que tem como objetivo oferecer notebooks de baixo custo para a educação de crianças de países em desenvolvimento, promoverá um campeonato de design de jogos educacionais de código aberto.Os designers terão três dias para criar o jogo durante o evento que começa em 8 de junho de 2007 na universidade Olin College, em Needham, Massachusetts, Estados Unidos, e terão a chance de ganhar um laptop.
O XO, como é conhecida a máquina do projeto OLPC, possui as bibliotecas pygames, para a criação de jogos open source programados em Python. Com o aplicativo eToys, as crianças poderão criar seus próprios jogos.
A tarefa dos desenvolvedores participantes do evento será criar títulos inovadores que explorem recursos do XO, como rede sem fio , câmera de vídeo e tablet.
Todos os jogos criados durante o evento, apelidado de "Game Jam", serão publicados sob a licença pública GNU e distribuídos no site SourceForge.
SJ Klein, diretor de conteúdo da OLPC diz que a proposta é juntar programadores, e se tudo der certo haverá outros eventos do gênero. O site da "Game Jam" pode ser visto aqui

Thursday, May 24, 2007

Orkurioso

Os paranóicos da internet sabem quanto trabalho dá monitorar pessoas no site de relacionamentos Orkut -- nessa atividade de espionagem é necessário digitar login, senha, fazer uma busca pelo “alvo” e checar se a pessoa recebeu alguma mensagem recentemente. Para diminuir a mão-de-obra dessa atividade nada nobre, surgiu o site Orkurioso, que entrega de bandeja todas as informações da pessoa vigiada.
O site não revela segredos: ele apenas reúne todos os monitorados em uma mesma página, para que o xereta não tenha de procurar novas informações. Esses dados são todos atualizados no “site da espionagem”, que puxa do Orkut as informações divulgadas no perfil, na página de recados e também a foto de apresentação. Além de ser informado sobre novos scraps, o curioso fica sabendo se o alvo de seu interesse fez alguma alteração em seu perfil.
Para utilizar o serviço, não é preciso baixar qualquer programa: basta fazer um registro no site e inserir lá o endereço do perfil daqueles que serão vigiados. O xereta nem sequer precisa ter uma conta no Orkut, pois os sites não têm qualquer relação entre eles.

Wednesday, May 23, 2007

Teclado Optimus Maximus

Mesmo com o preço elevado, o superteclado Optimus Maximus, que permite que o usuário personalize a disposição das teclas, teve seu primeiro lote de 200 peças esgotado apenas 12 horas após o início do recebimento de reservas, no último domingo (20). Quem quiser ter o periférico agora precisa, além de pagar os mais de US$ 1.500, disputar as peças restantes que só serão entregues no fim do ano ou no início de 2008.O blog da empresa informou que nos primeiros 15 minutos de abertura das encomendas o site ficou fora do ar devido ao grande número de acessos. Além disso, algumas pessoas relataram problemas com o pagamento -- a empresa, porém, garante que irá verificar a situação e entrar em contato com os compradores com problemas.

ChipSheep: Teclado do futuro, com preço de outro mundo

Ter um teclado que custa o mesmo preço –- e em alguns casos até mais –- que o computador em si não é algo muito normal, mas a empresa Art Lebedev resolveu apostar no nicho. Para comparação de preço, o notebook da Toshiba Satellite T2080, com processador Dual Core, 512 de memória RAM, gravador de DVD e HD de 80 GB custa, nos Estados Unidos, US$ 679,99. O custo se reflete em seu design, que está muito distante dos equipamentos de plástico tradicionais. Cada tecla tem uma pequena tela de OLED (tecnologia mais fina e barata que o LCD), permitindo que o layout do teclado seja escolhido pelo usuário. Segundo o site da empresa, onde pode ser feito o pedido, há a previsão de entrega de 200 unidades no início de dezembro deste ano -- já esgotados --, mais 200 no fim do mesmo mês e outras 400 em janeiro de 2008.
Apesar de não parecer muito diferente dos tradicionais, suas teclas podem ser adaptadas para o Photoshop (à esquerda) ou para o jogo Quake (direita), por exemplo. (Foto: Divulgação)

A idéia por trás do equipamento de luxo coberto com alumínio é bastante interessante: cada tecla pode trocar seu símbolo de acordo com o programa que está sendo utilizado. Isso é o fim da necessidade de memorização de atalhos e códigos complicados –- o usuário pode personalizar o teclado para as funções mais usadas em determinada aplicação. Ele também é capaz de mudar de idioma rapidamente. Tudo isso, feito com pequenas telas individuais, não é fácil –- nem barato.
Para quem quiser testar como o sistema vai funcionar, a empresa oferece, já no mercado, o Optimus Mini Three -- versão compacta do teclado com apenas três teclas. Ele custa bem menos, mas ainda é caro para um objeto do tipo: US$ 160.

Tuesday, May 22, 2007

Disco rígido de 1 terabyte chega ao consumidor

Para os que sempre reclamaram de seus HD's, chega de ficar comprando 1 placa por memória, agora chegou o disco rígido de 1 terabyte!

Se você acha seu HD pequeno demais para filmes, músicas entre outros dados, comece a comemorar. A Hitachi começou a vender inicialmente nos EUA a primeira versão do Deskstar 7K1000, um disco rígido que traz nada mais, nada menos que 1TB (terabyte) de capacidade.

Para se ter uma idéia do potencial de todo esse espaço, é possível armazenar no dispositivo 125 filmes em alta definição, 80 horas de vídeos, 333 mil fotos em formato JPG com ótima resolução ou ainda ouvir músicas em MP3 durante dois anos sem repeti-las. A unidade pesa 680g, possui recurso antichoque e um sistema de controle térmico constante durante as operações de escrita e leitura de dados. Custa US$ 399.

O encolhimento da internet

De 2001 a 2006, o número de endereços registrados da web aumentou 75%, passando de 2,9 milhões para 5,1 milhões. Apesar disso, as pessoas passam cada vez mais tempo em grandes sites como o Google, a Wikipédia ou o MySpace, segundo artigo do escritor de tecnologia Nicholas Carr (foto), publicado hoje (17/5) no jornal The Guardian (em inglês):

"Procure no Google.com sobre evolução ou Iraque ou aids ou Gordon Brown, e o mesmo site aparecerá no alto da lista de resultado: Wikipédia. Mude sua busca para John Keats ou Muhammad Ali ou cristandade ou ornitorrinco ou solidão, e a mesma coisa acontece. Oceano Pacífico? Wikipédia. Catarina de Médici? Wikipédia. Cérebro humano? Wikipédia."

No fim de 2001, os 10 sites mais visitados respondiam por 31% de todas as páginas vistas da internet. No ano passado, a participação subiu para 40%. Carr aponta o Google como um exemplo do encolhimento da internet e também como uma das causas. O mecanismo de buscas coloca nos primeiros lugares de seus resultados os sites mais populares e, dessa forma, transforma a web num "gigantesco ciclo de retroalimentação".

Conversa de Robos

A revista Discover (em inglês) colocou dois robôs especializados em conversas para falarem um com o outro. Apesar de Alice (acima) e Jabberwacky não terem memória de longo prazo (os dois sistemas respondem à última fala do interlocutor), às vezes fazem mais sentido do que muita gente.

Segue um trecho da conversa:

"A: Quem criou você?
J: Minha mãe me deu à luz. É isso o que você quer dizer?
A: Jabberwacky, eu quero dizer exatamente o que eu disse.
J: Você acredita em Deus?
A: É claro que eu acredito em Deus.
J: Por que você acredita em Deus?
A: A Bíblia nos diz para acreditar em Deus.
J: Esse é um pensamento circular.
A: Estou feliz por termos esclarecido tudo.
J: Sim. Você gostaria de ouvir uma piada?
A: Claro. Me diga.
J: Por que os cegos não pulam de pára-quedas?
A: Talvez porque seja impossível.
J: Eu acho que você mente muito."

Monday, May 21, 2007

Sinal Verde para IPhone

SAN FRANCISCO, EUA - As autoridades americanas deram o sinal verde para a venda no país do telefone iPhone, que a Apple planeja lançar no mercado em junho.

"O iPhone superou a certificação da Comissão Federal de Comunicações e seu lançamento acontece no final de junho como estava planejado", disse a porta-voz da companhia, Natalie Kerris, em comunicado.

Trata-se do último empecilho para o lançamento de um produto que se espera que revolucione o mercado apesar de seu preço, a partir dos US$ 500.

A principal característica do telefone é que permite escutar música como se tratasse de um iPod, o reprodutor digital da empresa de Cupertino, baseada no Vale do Silício (Califórnia).

O telefone incorpora tecnologia Bluetooth e Wi-Fi, mas operará em freqüências que não permitirão a seus clientes usá-lo na Europa.

A companhia deve lançar inicialmente duas versões do produto, uma de 4 Gigabytes que custará US$ 500 com um contrato de dois anos com a AT&T e outro com o dobro da capacidade que será vendido por cerca de US$ 600.

Tuesday, May 15, 2007

Eletricidade pelo ar

Tecnologia acaba com fios e
transmite eletricidade pelo ar


A Powercast criou um pequeno transmissor que envia baixas voltagens de energia pelo ar que funciona de forma tão simples quanto recarregar a bateria de um celular.

Um transmissor é colocado em uma tomada na parede e envia, de forma segura, ondas de rádio de baixa freqüência.

As ondas de rádio mudam a freqüência quando encontram paredes ou objetos. Pequenos receptores que estão no equipamento, que pode ser um MP3 player ou um celular, “ouvem” a freqüência e capturam 70% da energia do sinal de rádio. Esta freqüência é convertida em eletricidade.


As aplicações são ilimitadas. Pense na bateria do seu celular sendo carregada enquanto você está sentado na mesa de trabalho. “Qualquer equipamento que use pequenas baterias pode se beneficiar desta tecnologia”, declarou John Shearer, CEO da Powercast, em entrevista por e-mail para o IDG Now!.

No ano passado, foram vendidas 3 bilhões de pequenas baterias. Esse mercado chamou a atenção da gigante Philips, que assinou acordo com a Powercast e já demonstrou um protótipo de uma luminária com a tecnologia, que deve ser lançado até o final deste ano. Em 2008, teclados e mouses sem fio serão anunciados.

Outras 100 empresas, que incluem os principais fabricantes de telefones celulares, tocadores MP3, indústria automotiva, sensores de temperatura, já assinaram acordo com a Powercast.

“Estamos introduzindo uma forma prática de enviar energia pelo ar”, diz o CEO da Powercast, que já ganhou investimentos de 10 milhões de dólares de investidores privados. “Esta tecnologia vai simplificar o design, fabricação e o uso de equipamentos móveis com baixo consumo de energia.”

A tecnologia da Powercast não é apenas prática: é barata também. A empresa, que trabalha fornecendo sua tecnologia para terceiros, estima que o transmissor e o receptor tenham um custo inferior a 10 dólares.

Pelo fato de transmitir baixas voltagens, a tecnologia da Powercast foi aprovada rapidamente pela Comissão de Comunicações dos Estados Unidos (FCC, da sigla em inglês).

Monday, May 14, 2007

Você se amarra em Passatempos?

Caso alguem queira participar da seleção para fazer parte da seleção brasileira do Word Puzzle Championship, segundo alguns especialistas, a competição entre os mais inteligentes do mundo, basta entrar no site puzzles online e se cadastrar.
O manual da nova seletiva para o campeonato brasileiro de puzzles já está no ar. Registre-se em
Baixe o manual e leia todas as regras e instruções cuidadosamente!!!
Nenhum puzzle da seletiva passada vai cair nesta seletiva. Alguns dos puzzles são relativamente novos, alguns são bem simples, outros são adaptações de puzzles já conhecidos. Nenhum sudoku, desta vez...
Espalhem para os interessados!!

Criptonita é descoberta na Terra

Cientistas descobriram um mineral que até agora só existia nas histórias do Super-Homem. A fórmula da criptonita (ou kriptonita, como preferem alguns) - o mineral extraterreste que é a única forma de se destruir o homem de aço - foi detalhadamente descrita no filme O Retorno do Super-Homem.

Mas, ao contrário do que seria de se esperar, o novo mineral não foi encontrado em um meteorito ou algo do tipo. Ele foi localizado em uma mina na Sérvia e é branco, tem a textura de um pó e não possui qualquer tipo de radioatividade. No filme, a criptonita é verde e sólida.

Fórmula química da criptonita

Até agora desconhecido, o novo mineral foi estudado pelo Dr. Chris Stanley, do Museu de História Natural da Inglaterra. "No final da minha pesquisa, fiz uma busca na web utilizando a fórmula química do mineral - hidróxido silicato de sódio e lítio - e fiquei maravilhado ao descobrir o mesmo nome científico escrito em uma caixa de pedras de criptonita roubadas por Lex Lutor de um museu no filme O Retorno do Super-Homem."

A criptonita terrestre não oferece nenhum risco, nem para super-heróis e nem para os seres humanos comuns, e ainda poderá ser utilizada como uma fonte de lítio - um metal importantíssimo economicamente, utilizado na fabricação de pilhas, baterias, fuselagens de aviões e medicamentos.

Jadarita, a criptonita terrestre

Mas o novo mineral não será chamado de criptonita. Os cientistas já decidiram que seu nome oficial será jadarita. Eles provavelmente têm suas razões, bem fundamentadas e justificadas.

Mas poderiam ter sido um pouco menos conservadores, principalmente porque acaba de nascer uma variação da bem conhecida expressão de que a vida imita a arte - a natureza agora também parece imitar a arte.

E vai forçar todo mundo a dar um sobrenome ao novo mineral. Afinal, daqui a pouco, quem irá se lembrar do nome jadarita? Mas todos se lembrarão se falarmos da jadarita, a criptonita terrestre.

Pong na parede

Adrian Wong e Bhavin Rokad, dois estudantes da Universidade de Cornell, criaram uma versão do Pong, primeiro videogame do mundo, que pode ser jogada na parede. Eles usaram um projetor de laser, responsável pelo movimento da bolinha, e dois controles sensíveis ao laser. O jogo funciona em qualquer superfície plana. A página do Wall of Pong (em inglês) traz instruções sobre como montar o sistema. Eles gastaram US$ 48,66 no projeto.

Monday, May 7, 2007

Quer construir um robô? Siga a receita


Engenheiros da Universidade Carnegie Mellon, Estados Unidos, desenvolveram uma série de robôs que são simples o suficiente para que qualquer aficcionado de robótica possa construir em sua própria casa, a partir de componentes encontráveis no comércio. Mas que, ao mesmo tempo, são máquinas sofisticadas capazes de se conectar à Internet por redes sem fios.

Kit de robôs

Os robôs são modulares e podem ser construídos em qualquer formato, que vão desde um modelo tradicional de três rodas até uma "flor robótica" dotada de sensores infravermelhos.

Todos podem ser dotados de câmeras que transmitem imagens ao vivo pela Internet, permitindo que se acompanhe o movimento do robô à distância. O último componente da família é um ursinho de pelúcia capaz de conversar, detectar a presença de pessoas e enviar imagens do próprio quarto da pessoa pela Internet.

A modularidade é possibilitada pela utilização do Kit Robótico de Telepresença - Terk na sigla em inglês - desenvolvido pela equipe do professor Illah Nourbakhsh. O objetivo do kit é permitir a disseminação das experiências e pesquisas em robótica para escolas de ensino médio e hobistas em geral.

Para saber mais click aqui

Thursday, May 3, 2007

Computadores Dell com Ubunto 7.04


Agora é oficial, a Dell confirmou que começará a oferecer PCs que virão de fábrica com o Ubuntu 7.04 (Feitsy Fawn). Na minha opinião eles acertaram na mosca ao escolher o Ubuntu. Estou usando o 7.04 e acho que não poderia ser uma escolha melhor.

Eu vejo a Dell hoje, pelo menos no Brasil, como uma empresa mais voltada para o mercado corporativo, eles oferecem máquinas estáveis, com um suporte técnico muito bom e muito ágil que não te deixa na mão. Para uma empresa, máquinas paradas significam perda de produtividade e consequentemente perda de lucros. Vale a pena pagar mais pela confiabilidade.

Caminhando ao lado temos o Software Livre: Se é possível economizar muitas licenças de Windows e muitas licenças de Office, mantendo os mesmos recursos e, possivelmente, com uma estabilidade maior, por que não fazê-lo? A empresa economiza muito dinheiro e até ganha mais produtividade.

Monday, April 30, 2007

Robo andarilho que toca musica


Robô Miuro, da fabricante japonesa ZMP, tem caixas de som e toca músicas do iPod. Ele se locomove por controle remoto e tem um software que desenha a planta dos ambientes para que ele ande sozinho.

Mais informações clique aqui

Wednesday, April 25, 2007

Intel MID - Concorrente do UMPC

A Intel está preparando uma nova plataforma baseada no Linux para competir com os UMPCs com Vista ou XP. Eles serão chamados MID (Mobile Internet Device, ou Dispositivo Móvel de Internet). Algumas fotos já foram divulgadas, é interessante que a interface lembra bastante a do iPhone.

IPhone X Prada Phone


Postei aqui o video do Iphone e do Prada Phone para que todos possamos tirar nossas conclusões sobre qual melhor aparelho, minha opnião pessoal, o IPhone é superior devido as suas funcionalidades (são muitas funcionalidades por sinal) mas espero que assistam o video e tirem suas proprias conclusões sobre os celulares.

IPhone


LG Prada Phone

Ideal para quem faz execícios aos finais de semana

Tocador de música da Sony é ultra resistente e escolhe as melhores faixas para seu exercício físico

Divulgação

De olho nos atletas de fim de semana e nos ratos de academia, a Sony disponibiliza o NW-203F, que possui uma série de opções que torna sua corrida ou caminhada muito mais agradável. A principal vantagem desse aparelho é a resistência.

O modelo suporta quedas leves e respingos de água sem maiores problemas. Além disso, o player digital tem um software que mede a distância percorrida em um cooper e calcula as calorias gastas nos exercícios. E tem mais: é capaz de selecionar as faixas que mais combinam com o tipo de atividade que você está praticando. É, definitivamente, seu melhor amigo em uma academia.

Vantagem: resistência a quedas e respingos de água
Tecnologia: Flash
Capacidade: 1GB
Preço: 14,8 mil ienes (258 reais)

Tuesday, April 24, 2007

TufTab, um UMPC com Linux

TufTab

O TufTab da TabletKiosk é sim um UMPC comum, ele é feito para executivos usarem no dia-a-dia no lugar de um Palm ou PocketPC (tenho minhas dúvidas quanto a praticidade de trocar um deles por isso), um detalhe que chama a atenção é que o case diz ser construido para aguentar poeira, chuva e vibrações.

Ele tem um processador Via C7-M ULV (Ultra Low Voltage) de 1.2 GHz (este processador suporta até SSE3), 1GB de RAM DDR400, chipset VIA VX700 com controlador de video integrado, HD de 40GB (opção para 160GB) e tela de 7″ com backlight de LEDs.

Além disso vem com rede Wireless 802.11b/g, camera de 1.3 Mega Pixel (também funciona como Webcam), Bluetooth 2.0 + EDR (Enhanced Data Rate, um recurso bem comum para melhorar a taxa de transferência) e leitor de impressões digitais.

Até ai tudo nada demais, praticamente tudo que um UMPC normal tem. O legal é que eles oferecem uma versão que já vem com o SuSE Linux instalado (e você ainda economiza 75 dólares em relação à versão com Windows Vista, que custará US$ 1699, a venda a partir de abril).

Mas pelo eles não tão dando muito destaque a isso, só tem foto de divulgação com o Windows Vista, e no site só aparece perdido no meio do texto um detalhe falando sobre isso. É uma pena. Você pode ver mais detalhes dele aqui.

A katana do Richard Stallman

Dois brasileiros, Rafael Roquetto e Mauro Persano, resolveram dar uma katana, espada tradicional japonesa, de presente para o programador Richard Stallman, fundador da Free Software Foundation, depois de ele ter sido desenhado com uma numa charge.

Em 1983, Stallman criou o projeto GNU, com o objetivo de desenvolver um sistema operacional em software livre, parecido com o Unix. Grande parte do trabalho desenvolvido no projeto foi incorporado ao que hoje as pessoas chamam de Linux. Stallman criou o contrato GPL (sigla em inglês de Licença Pública Geral), que permite aos programas abertos serem distribuídos sem a cobrança de royalties e com acesso do usuário ao código-fonte.

Hiro Nakamura, personagem da série Heroes, também tem uma katana, que o ajudou a recuperar seu poder de manipular o contínuo espaço-tempo.

Obs. Repare que a espada esta equilibrada em apenas um dedo dele, isso é uma Katana original.

Mais fotos do Stallman aqui.

Caixa eletronico que lê veias da mão

Apesar de ter sido lançado no final do ano passado, acredito que muitas pessoas ainda não conhecem essa tecnologia que pode revolucionar muita coisa no mercado de segurança, por isso fiz uma postagem em meu blog sobre ela.

Quem for aos caixas eletrônicos de algumas agências do Bradesco, encontrará em fase de teste a mais nova e revolucionária tecnologia no campo da segurança de operações bancárias. Trata-se do sistema PalmSecure, que funciona como uma assinatura biométrica – sensores quadrados, de 35mm por 35mm, identificam rigorosamente o indivíduo pelo desenho de suas veias nas palmas das mãos, valendo-se para isso de feixes de raios infravermelhos. Basta aproximar a mão do tal sensor. Para desenvolver esse novo método, pesquisadores da empresa japonesa Fujitsu colheram, em todo o mundo, amostras de 150 mil padrões de veias de palmas de mão de 75 mil pessoas. Deu certo. Cada um de nós tem uma estrutura única de veias, mesmo no caso de irmãos gêmeos. Assim, bastará a um banco, por exemplo, cadastrar em seu sistema as mãos de seus clientes. Se o sensor conseguir “lê-las” é porque a pessoa checada é de fato um correntista habilitado a fazer a operação no caixa eletrônico.

Se comparados aos padrões das veias dos dedos ou das costas da mão, os vasos da palma são mais complexos, dificultando trambicagens – além de ser menos afetados por temperaturas e outros impactos ambientais que poderiam comprometer a exatidão do reconhecimento. Na via contrária dos recursos utilizados na autentificação de impressões digitais, prejudicados por exemplo quando o indivíduo está com a pele machucada, o PalmSecure opera independentemente de fatores externos e sem contato com a epiderme, realizando uma “radiografia completa” do que se passa sob ela.

Sucesso no Japão desde 2004, essa tecnologia já foi implementada naquele país em cerca de dez mil agências bancárias. No Brasil, o Bradesco irá inicialmente instalar o sensor em 50 caixas eletrônicos em São Paulo. “O índice de acerto é incomparavelmente maior se cotejado com os sistemas usados atualmente”, diz Laércio Albino Cezar, vice-presidente executivo do Bradesco. Além dos caixas eletrônicos, o PalmSecure também poderá ser utilizado na inviolabilidade de computadores pessoais.

Monday, April 23, 2007

Ubuntu 7.04


Nesta última quinta-feira, dia 19 de abril de 2007, a Canonical fez o lançamento da Ubuntu Feisty Fawn, versão 7.04. Para baixar a iso ou fazer a atualização, basta clicar aqui.

Eu tentei fazer o download e, até agora, não consegui. Acredito que os servidores estejam sobrecarregados. Porém, lendo algumas materias sobre a versão beta do Ubuntu 7.04 e, de cara, posso dizer que ela melhorou, principalmente, na evolução dos drivers e na interface gráfica, pois a mesma já vem com o XGL habilitado, mas caso alguem tenha instalado em sua maquina por favor comente suas experiencias com o novo Ubunto 7.04.

Thursday, April 19, 2007

Controlar o carro pelo celular já é possivel

Para quem já assistiu os filmes do 007, as cenas nas quais ele controla o carro via controle remoto, agora já é possivel controlar seu carro apartir do celular, talvez as crianças que jogem mais video game consigam dirigir um carro melhor que seus pais que já dirigem a anos.


Microsoft aposta no Paint Brush e dá o troco!

A Microsoft juntamente com a Chevrolet juntaram as forças para dar o troco na Adobe com a sua nova família CS3 e tiraram da cartola este grande mágico do MS Paint Brush. Michael Lucciardello, este cara faz verdadeiras insanidades na ferramenta de edição gráfica da Mirosoft. Neste vídeo mostrado abaixo, as duas mega-corporações sairam ganhando, a Microsoft por revitalizar seu pobre Paint Brush e a Chevrolet por levar este tremendo jabá de um de seus modelos de carro. Conspiração, paranóia ou não, este vídeo me cheira a um grande viral.



Friday, April 13, 2007

Nokia Aeon

aeon-concept-1.jpg

O Aeon é o novo projeto da Nokia, um celular completamente revolucionario, muito longe do que existe atualmente. O aparelho ao invés de possuir um teclado normal, tem em toda a sua superfície uma interface touchscreen, que, em teoria, permitiria maravilhas como o que se vê nas imagens. Por enquanto isso é só um conceito, a tecnologia atual de celulares não nos permite tanto arrojo; mesmo assim, as imagens são impressionantes. Espero que um dia ele saia do papel.

aeon-concept-2.jpg

aeon-concept-3.jpg

USP inaugura supercomputador da IBM



SÃO PAULO - A Universidade de São Paulo (USP) inaugurou, na última terça-feira, dia 10, o supercomputador IBM PowerPC 970. Instalado no Centro de Computação Eletrônica da universidade, o sistema foi adquirido com apoio da FAPESP por meio do Programa Equipamentos Multiusuários, a partir de um projeto elaborado por um consórcio formado por 66 grupos de pesquisa da USP.

O supercomputador consiste em um cluster (aglomerado computacional) de 448 processadores que operam em conjunto, possibilitando um desempenho de 2,9 trilhões de operações por segundo (teraflops).

O cluster, ao lado de três máquinas da Petrobras, é o primeiro de uso acadêmico do País a entrar no Top 500, ranking dos computadores mais potentes do planeta. É o 363º, enquanto os da Petrobras ocupam as posições 273, 275 e 418 na lista.

Segundo Luiz Nunes de Oliveira, professor do Departamento de Física e Informática do Instituto de Física de São Carlos, da Universidade de São Paulo (USP), o equipamento representará um grande passo para a pesquisa acadêmica nacional. “Sabemos que há pesquisadores cujos projetos estão há dez anos engavetados por falta de um equipamento como esse. Agora, eles terão a chance de executá-los”, disse.

De acordo com Nunes de Oliveira, coordenador da equipe que solicitou o supercomputador, a utilização do equipamento será gerenciada por quatro representantes do grupo. O usuário não precisa ter vínculo com a USP. “Quem tiver necessidade submeterá um projeto a ser avaliado pela comissão. Vamos considerar o potencial da pesquisa e suas necessidades de tempo para ceder o equipamento”, disse.

Para saber mais click aqui